no1
07/05/2022
Mais de 50 civis deixaram Azovstal nesta sexta, diz grupo separatista pró-Rússia

Mais de 50 pessoas deixaram a siderúrgica Azovstal, na cidade de Mariupol nesta sexta-feira (6), informou a sede de defesa territorial da autodeclarada República Popular de Donetsk neste sábado.
Os civis foram enviados para um centro de recepção nas proximidades de Bezimenne, na república separatista, cujas forças estão lutando ao lado de tropas russas para expandir seu controle de grande parte do leste da Ucrânia.
Dezenas de civis estão presos há semanas ao lado das forças ucranianas restantes que se mantêm na siderúrgica frequentemente bombardeada.
 

O que diz a ONU?
 
Até agora, as Nações Unidas e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajudaram quase 500 civis a fugir da área durante duas operações na semana passada. Em um briefing ao Conselho de Segurança da ONU, Guterres se recusou a dar detalhes sobre a nova operação "para evitar prejudicar um possível sucesso".

"Espero que a coordenação contínua com Moscou e Kiev leve a mais pausas humanitárias para permitir que os civis passem a salvo dos combates e que a ajuda chegue àqueles em necessidade crítica. Devemos continuar a fazer todo o possível para tirar as pessoas dessas paisagens infernais", disse ele ao conselho de 15 membros.

A embaixadora dos EUA na ONU, Linda Thomas-Greenfield, acusou a Rússia de mentir ao Conselho de Segurança.
 

"Somente a Rússia começou esta guerra e só a Rússia pode acabar com ela. Silencie as armas, retire-se do território ucraniano e abrace a diplomacia", disse ela.

Créditos: G1/Globo - Joice Cavalheiro - Menina FM

Compartilhe com seus amigos!
no2

46-3540-1190 / 46-3540-1232 / 46-3540-1400

46- 99985-1146 - pedido musical

opec@meninafm.radio.br / 46- 99911-4383 - Comercial

Avenida Capibaribe, Nº 310, Sala - Centro - Pranchita - Paraná / Caixa Postal 81